Os homo ficticius

retrato4.jpg

SUSANA ROMANA
Criatividade

Começou a sua carreira profissional na rádio, como copywriter, mas rapidamente percebeu que o guionismo era realmente aquilo que a fazia feliz. Por isso, há vários anos que escreve conteúdos para programas televisivos. Isto sem esquecer, o facto de que dá as aulas de escrita de humor e escrita criativa e que já escreveu um livro. No meio disto tudo, ainda é perita em encontrar crachás originais. Actualmente, é directora criativa no Canal Q e coordenadora e guionista no programa Inferno (Canal Q). Faz parte das Produções Fictícias desde 2004. 

retrato3.jpg

GONÇALO FONSECA
Comercial

Recentemente, o documentário “Cowspiracy” mudou a sua vida. É que nunca mais saboreou um suculento e tenro bife de vaca. Já trabalhou com marcas como a Disney, a Marvel, a Mattel, o Expresso, a Visão, ... bem, foram muitas! Também participou na organização de eventos como os Globos de Ouro da SIC, mas apenas por causa do croquete no final. Com mania de que o digital é que é o futuro, foi responsável pela área digital da Impresa Publishing e Head of Digital na Agência Up Partner. Tendo feito ainda um Mestrado em Marketing Digital. Para além de se armar em Woody Allen quando o tempo assim o permite, é o director comercial e de comunicação do Canal Q, fazendo parte das Produções Fictícias desde 2013.

 
 
diana.jpg

ANDRÉ CALDEIRA
Gestão

Entrou nas Produções Fictícias como produtor do programa Fogo Posto para a SIC Radical e desde aí nunca mais parou. Do seu currículo constam projectos para o Santander, a Repsol, a Optimus, a SONAE, a Playstation, entre outros. Para além disso, fundou o Canal Q, em 2010, enquanto director técnico, participando activamente na produção de programas para a grelha do canal. É ainda reconhecido por ter o poder de arranjar toda e qualquer máquina apenas com a sua presença.

 

MICHELLE COSTA ADRIÃO
Finanças

Com um percurso enquanto jogadora de basketball, onde conseguiu mesmo ser campeã nacional, há já alguns anos que mudou de direcção e escolheu a área das finanças. Aliás foi depois de ser directora financeira em várias empresas que veio parar às Produções Fictícias, em 2009. No seu currículo também consta uma licenciatura em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia do Trabalho o que é sem dúvida uma mais valia quando se trabalha num ambiente como o Canal Q, onde também é Directora Financeira. 

DIANA COELHO
Produção

Um dia ainda a vamos ver a gerir a carreira das filhas ginastas. É que no meio das milhares de tarefas que tem ainda consegue ser a mãe entusiasta que aparece nos eventos. No seu currículo constam trabalhos como a produção do filme Florbela, Coisa Ruim e Entre os Dedos. Actualmente desempenha as funções de directora geral e de directora de produção do Canal Q. E faz parte das Produções Fictícias desde 2012.